Armazenamento definido por software (SDS)

O armazenamento definido por software (SDS) da VMware transforma o armazenamento em ambientes virtualizados alinhando-o com as demandas de aplicativos. Estamos incentivando a transformação por meio do hypervisor, proporcionando ao armazenamento a mesma eficiência operacional que a virtualização de servidores trouxe para o processamento.

Como a camada de abstração que reside na interseção entre aplicativos e a infraestrutura, o hypervisor pode balancear todos os recursos de TI necessários para um aplicativo, incluindo processamento, memória, redes e armazenamento. Ele associa as demandas de aplicativos virtualizados ao fornecimento de armazenamento, toma decisões inteligentes de posicionamento e otimiza ajustes contínuos.

A virtualização de servidores se tornou a plataforma padrão para executar aplicativos corporativos no data center. Agora, a maioria das empresas opera com uma política de “primeiro virtual” na qual os aplicativos são implantados em plataformas virtuais por padrão.

Armazenamento definido por software

Armazenamento definido por software

A arquitetura de armazenamento definido por software

O SDS é uma nova abordagem ao armazenamento que permite um modelo operacional basicamente mais eficiente. Podemos fazer isso da seguinte forma:

  • Virtualizando o hardware subjacente por meio da camada de dados virtuais
  • Automatizando as operações de armazenamento entre camadas heterogêneas por meio da camada de controle orientado por políticas
A arquitetura de armazenamento definido por software

A arquitetura de armazenamento definido por software

Camada de dados virtuais

No modelo SDS da VMware, a camada de dados, responsável pelo armazenamento de dados e pela aplicação de serviços de dados (snapshots, replicação, cache etc.), é virtualizada com a abstração de recursos de hardware físicos e agregação deles em pools lógicos de capacidade (datastores virtuais) que podem ser consumidos e gerenciados de modo flexível. Ao tornar o disco virtual a unidade fundamental de gerenciamento para todas as operações de armazenamento nos datastores, combinações exatas de recursos e serviços de dados podem ser configuradas e controladas de modo independente para cada VM.

A implementação VMware da camada de dados virtuais é fornecida via:

Camada de controle orientado por políticas

No modelo SDS da VMware, a camada de controle atua como a ponte entre aplicativos e a infraestrutura, proporcionando gerenciamento padronizado e automação nas diferentes camadas de armazenamento. Por meio do SDS, as classes de serviço de armazenamento se tornam entidades lógicas controladas inteiramente pelo software e interpretadas por meio de políticas. A automação orientada por políticas simplifica o aprovisionamento em escala, permite o controle dinâmico sobre os níveis de serviço individuais para cada VM e assegura a conformidade durante todo o ciclo de vida do aplicativo.

A camada de controle orientado por políticas pode ser programada com as APIs públicas usadas para controlar políticas via scripts e ferramentas de automação de nuvem, que por sua vez permitem o consumo por autoatendimento de armazenamento para locatários de aplicativos.

A implementação VMware da camada de controle orientado por políticas é fornecida via:

Supere os desafios de TI com um data center definido por software

Obtenha os resultados de TI de que você precisa: mais segurança, disponibilidade, fornecimento mais rápido de serviços e custos menores, com o SDDC.
Explorar nossos resultados de TI