O que é virtualização?

Virtualização é o processo de criar uma representação baseada em software (ou virtual) de algo, em vez de um processo físico. A virtualização pode se aplicar a aplicativos, servidores, armazenamento e redes, é a maneira mais eficaz de reduzir as despesas de TI e, ao mesmo tempo, aumentar a eficiência e a agilidade para empresas de todos os portes.

(2:57)

Conceitos básicos de virtualização

Saiba como a virtualização funciona

Por que você não pode deixar de virtualizar

Saiba os cinco principais motivos pelos quais você não pode se dar ao luxo de não virtualizar.

Ler agora
(1:56)

Migrar para um data center virtualizado

Benefícios de migrar para um data center virtualizado VMware

Tipos de virtualização

Virtualização de servidor

A maioria dos servidores opera com menos de 15% da capacidade, o que leva à proliferação de servidores e à complexidade. A virtualização de servidor resolve essas ineficiências, pois permite que vários sistemas operacionais sejam executados em um único servidor físico como máquinas virtuais, cada uma com acesso aos recursos computacionais do servidor subjacente. O próximo passo é agregar um cluster de servidores a um único recurso consolidado, o que melhora a eficiência geral e reduz os custos. A virtualização de servidor também aumenta a velocidade de implantação de cargas de trabalho, melhora o desempenho de aplicativos e aumenta a disponibilidade.

Virtualização de desktop

Implantar desktops como serviços gerenciados oferece a oportunidade de responder com mais rapidez a mudanças de oportunidades e necessidades. Você pode reduzir custos e aumentar o serviço fornecendo de maneira fácil e rápida desktops e aplicativos virtualizados em tablets iPad e Android a filiais, funcionários externos e terceirizados e trabalhadores móveis.

Virtualização de rede

A virtualização de rede é a reprodução completa de uma rede física no software. Os aplicativos são executados na rede virtual exatamente da mesma maneira como se estivessem em uma rede física. A virtualização de rede apresenta serviços e dispositivos lógicos do sistema de rede (portas lógicas, switches, roteadores, firewalls, balanceadores de carga, VPNs e outros) para cargas de trabalho conectadas. As redes virtuais oferecem os mesmos recursos e garantias de uma rede física e ainda fornecem os benefícios operacionais e a independência de hardware da virtualização.

Armazenamento definido por software

Grandes volumes de dados e aplicativos em tempo real demandam novos níveis de armazenamento. A virtualização de armazenamento abstrai os discos e as unidades flash dos servidores, combina-os em pools de armazenamento de alto desempenho e fornece-os como software. O armazenamento definido por software (SDS) é uma nova abordagem de armazenamento que possibilita um modelo operacional basicamente mais eficiente.

Benefícios da virtualização

A virtualização pode aumentar a agilidade, a flexibilidade e o dimensionamento da TI e, ao mesmo tempo, permitir uma economia significativa. A implantação de cargas de trabalho é mais rápida, o desempenho e a disponibilidade são maiores e as operações se tornam automatizadas. Tudo isso resulta em uma TI mais simples de gerenciar e mais barata para ter e operar. Os benefícios adicionais incluem:

  • Reduzir despesas operacionais e de capital.
  • Minimizar ou eliminar o tempo de inatividade.
  • Aumentar a produtividade, a eficiência, a agilidade e a capacidade de resposta da TI.
  • Aprovisionar aplicativos e recursos mais rápido.
  • Ativar a continuidade de negócios e a recuperação de desastres.
  • Simplificar o gerenciamento de data centers.
  • Crie um data center real definido por software

Fatos que desmistificam a virtualização

Conheça a realidade sobre a virtualização

COMO FUNCIONA

Introdução à virtualização

 

As organizações de TI enfrentam o desafio de lidar com as limitações dos servidores x86 atuais, que foram projetados para executar apenas um sistema operacional e um aplicativo de cada vez. Como resultado, até mesmo data centers pequenos precisam implantar muitos servidores, cada qual operando com apenas 5% a 15% de capacidade — o que é altamente ineficiente por qualquer padrão. 

 

A virtualização usa software para simular a existência de hardware e criar um sistema de computadores virtual. Com isso, as empresas podem executar mais de um sistema virtual, e vários sistemas operacionais e aplicativos, em um único servidor. Isso resulta em economias de escala e mais eficiência.

 

A máquina virtual

Um sistema de computadores virtual é chamado de "máquina virtual" (VM): um contêiner de software rigidamente isolado que contém um sistema operacional e aplicativos.  Cada VM autocontida é completamente independente. Colocar múltiplas VMs em um único computador permite que vários sistemas operacionais e aplicativos sejam executados em um só servidor físico ou "host".

 

Uma fina camada de software, chamada hypervisor, desassocia as máquinas virtuais do host e aloca dinamicamente os recursos de computação a cada uma dessas máquinas, conforme o necessário.

 

Principais propriedades das máquinas virtuais

As VMs apresentam as características a seguir, que oferecem vários benefícios.

 

Particionamento   

  • Execução de diversos sistemas operacionais em uma máquina física   
  • Divisão de recursos do sistema entre máquinas virtuais

Isolamento

  • Fornecimento de isolamento de falhas e segurança no nível do hardware   
  • Preservação do desempenho com controles avançados de recursos

Encapsulamento

  • Gravação em arquivos do estado integral da máquina virtual   
  • Facilidade para mover e copiar máquinas virtuais (tão fácil quanto mover e copiar arquivos)

Independência de hardware

  • Aprovisionamento ou migração de qualquer máquina virtual para qualquer servidor físico

Consolidação de servidor

Com a virtualização de servidor, uma empresa pode maximizar o uso dos recursos de servidor e reduzir o número de servidores necessários. O resultado é a consolidação de servidor, que aumenta a eficiência e corta os custos.  

Saiba mais.

 

Não é computação em nuvem

Computação em nuvem não é o mesmo que virtualização. Na verdade, computação em nuvem é algo que você pode fazer usando virtualização. A computação em nuvem descreve o fornecimento de recursos compartilhados de computação (software e/ou dados) sob demanda pela Internet. Quer esteja na nuvem ou não, você poderá começar virtualizando seus servidores e, em seguida, passar para a computação em nuvem para obter ainda mais agilidade e melhor autoatendimento.  

Leia mais.

 

 

COMO COMEÇAR

Está pronto para os próximos passos? Saiba mais sobre os vários tipos de virtualização e encontre recursos para ajudá-lo a começar sua jornada de virtualização.

 

Tipos de virtualização

 

Virtualização de servidor

A maioria dos servidores opera com menos de 15% da capacidade, o que leva à proliferação e à complexidade dos servidores. A virtualização de servidor resolve essas ineficiências, pois permite que vários sistemas operacionais sejam executados em um único servidor físico como máquinas virtuais, cada uma com acesso aos recursos computacionais do servidor subjacente.

O próximo passo é agregar um cluster de servidores a um único recurso consolidado, o que melhora a eficiência geral e reduz os custos. A virtualização de servidor também aumenta a velocidade de implantação de cargas de trabalho, melhora o desempenho de aplicativos e aumenta a disponibilidade.

Saiba mais sobre o vSphere e o vSphere with Operations Management

Avaliar gratuitamente

 

Virtualização de rede

A virtualização de rede é a reprodução completa de uma rede física no software. Os aplicativos são executados na rede virtual exatamente como se estivessem em uma rede física. A virtualização de rede apresenta serviços e dispositivos lógicos do sistema de rede (portas lógicas, switches, roteadores, firewalls, balanceadores de carga, VPNs e outros) para cargas de trabalho conectadas. As redes virtuais oferecem os mesmos recursos e garantias de uma rede física e ainda fornecem os benefícios operacionais e a independência de hardware da virtualização.

Saiba mais sobre o NSX

Avaliar gratuitamente

 

Virtualização de desktop

Implantar desktops como serviços gerenciados oferece a oportunidade de responder com mais rapidez a mudanças de oportunidades e necessidades. Você pode reduzir custos e aumentar o serviço fornecendo de maneira fácil e rápida desktops e aplicativos virtualizados em tablets iPad e Android a filiais, funcionários externos e terceirizados e trabalhadores móveis.

Saiba mais sobre o Horizon

Avaliar gratuitamente

 

 

Saiba mais sobre virtualização

Fundamentos da virtualização

Saiba mais sobre virtualização

Virtualization for Dummies

Saiba mais sobre Virtualization for Dummies

Consolidação de servidor

Saiba mais sobre a consolidação de servidor

Computação em nuvem

Saiba mais sobre a computação em nuvem