Divulgação de privacidade do VMware Workspace ONE® Unified Endpoint Management™

Data de vigência: novembro de 2018


PARTE I: INTRODUÇÃO

Esta Divulgação de privacidade cobre o software de gerenciamento unificado de endpoints da VMware, Workspace ONE® Unified Endpoint Management™ (UEM) fornecido pela AirWatch®, incluindo os aplicativo móveis relacionados da VMware (coletivamente, o "Software"). O objetivo desta Divulgação de privacidade é informar os clientes que compram o Software para executar o gerenciamento unificado de endpoints ("Clientes") e aqueles indivíduos cujos dispositivos estão sendo gerenciados pelo software ("Usuários") em relação aos tipos de informações coletados pelo software sobre os usuários e seus dispositivos.

 

Os usuários devem estar cientes de que os dados coletados pelo software dependem de como o cliente o configura. Os usuários devem revisar as políticas ou o aviso de privacidade do cliente. Além disso, a VMware e seus provedores de serviço podem coletar dados quando o software é usado, bem como informações de relacionamento do cliente. A VMware usa essas informações de acordo com o Aviso de privacidade da VMware e os Termos de Serviço da VMware. O cliente é responsável por providenciar quaisquer avisos necessários a seus usuários e obter quaisquer autorizações ou consentimentos judiciais obrigatórios dos usuários relacionados ao uso do software.

 

Esta divulgação de privacidade pode ser atualizada de tempos em tempos conforme novas características e funcionalidades forem adicionadas. Incentivamos os clientes e os usuários a revisar esta página periodicamente.

PARTE II: VISÃO GERAL DO SOFTWARE

O software permite que os clientes protejam a confidencialidade, segurança e integridade dos sistemas e informações do cliente que são acessados por usuários a partir dos dispositivos corporativos de propriedade do usuário. O software fornece ao cliente controles que permitem que ele gerencie o acesso e a segurança dos dispositivos de seu usuário. O software consiste em um console específico do cliente, que permite a ele gerenciar os dispositivos dos usuários ("console") e o software que está instalado no dispositivo de um usuário, que (i) facilita a comunicação entre o dispositivo do usuário e o console, e (II) fornece ao usuário diversos aplicativos de produtividade (ou seja, um e-mail de cliente, um navegador da web, etc.). Os recursos específicos disponíveis para um cliente ou para os usuários de um cliente dependerão da versão específica/pacote comprado, de como o cliente configura o software e quais dispositivos/plataformas (ou seja, iOS, Android, Windows, etc.) e aplicativos móveis são usados pelos usuários. O console pode ser hospedado pelo cliente em seu próprio ambiente de TI ("no local") ou pode ser hospedado pela VMware ("Serviço Hospedado").

PARTE III: CONTROLES DO CONSOLE

O console fornece aos clientes controles para auxiliá-los na conformidade de suas obrigações legais e programas e programas e requisitos de conformidade interna. Os recursos específicos disponíveis para um cliente ou para os usuários de um cliente dependerão da versão específica/pacote comprado, de como o cliente configura o software e quais dispositivos/plataformas (ou seja, iOS, Android, Windows, etc.) e aplicativos móveis são usados pelos usuários. Por exemplo, o cliente pode definir a complexidade da senha, a expiração da senha e o tempo para os bloqueios de tela por meio do console para o dispositivo do usuário. O cliente também pode optar por habilitar configurações diferentes para dispositivos de propriedade corporativa e dispositivos de propriedade do usuário. Algumas das outras opções disponíveis para os clientes estão descritas abaixo:

  • Infraestrutura: O cliente escolhe se deseja hospedar o console no local ou se deseja que o console seja hospedado pela VMware por meio do serviço hospedado. Se um cliente deseja manter um maior controle sobre o ambiente que hospeda o console, incluindo a segurança do mesmo, ele pode optar por hospedar o console no local em vez de ter o console hospedado pela VMware. Os dados coletados estão disponíveis para o cliente por meio do console. Se o cliente tiver escolhido o serviço hospedado, a VMware também terá acesso aos dados coletados por meio do console; no entanto, a VMware só usa esses dados como indicado nos Termos de Serviço da VMware.

  • Coleta de dados: Usando o console, o cliente tem a capacidade de controlar os tipos de informações que eles coletam sobre os dispositivos dos usuários. Além disso, o console oferece ao cliente a capacidade de ter diferentes práticas de coleta de dados para dispositivos corporativos dedicados, corporativos compartilhados e de propriedade do usuário. Por exemplo, por meio do console, o cliente pode habilitar ou desabilitar a coleta dos seguintes dados:
    • Dados de GPS
    • Código de transportadora/país
    • Status de Roaming
    • Dados de uso de celular
    • Uso de chamada
    • Uso de SMS
    • Telefone comercial do dispositivo
    • Aplicativos pessoais
    • Perfis não gerenciados
    • Endereço IP Público
  • Comandos do dispositivo: Ao usar o console, o cliente pode optar por permitir/impedir determinados comandos e pode decidir se a execução de um comando requer a permissão do usuário:
    • Limpar dispositivo
    • Limpar senha do dispositivo/travar dispositivo
    • Arquivar Acesso do Gerente
    • Controle remoto
    • Gerente de registro
    • Solicitar Log de dispositivo
  • Exibição de dados do usuário: O console também contém configurações que permitem que o cliente decida quais dados do usuário devem ficar visíveis para seus administradores de TI por meio do console. Por exemplo, por meio do console, o cliente pode decidir se os seguintes dados de usuário ficarão visíveis para os seus administradores de TI no console:
    • Nome
    • Sobrenome
    • Telefone comercial
    • Contas do Gmail
    • Nome do usuário

A VMware está constantemente atualizando e melhorando o software para incluir novos recursos e funcionalidades. O cliente é responsável por certificar-se de usar o software de acordo com suas políticas internas e requisitos legais, incluindo providenciar qualquer aviso obrigatório para o usuário e obter quaisquer autorizações ou consentimentos obrigatórios.

PARTE IV: COLETA DE DADOS DO USUÁRIO E DO DISPOSITIVO POR MEIO DO SOFTWARE

Os dados de usuário que podem ser coletados pelo software dependerão da versão específica/pacote comprado pelo cliente, de como o cliente configura o software e quais dispositivos/plataformas (ou seja, iOS, Android, Windows, etc.) e aplicativos móveis são usados pelos usuários. Exemplos dos dados que podem ser coletados pelo software são fornecidos abaixo.

  • Coleta de dados gerais do usuário e do dispositivo por meio do Software

    Em conexão com suas principais funções de gerenciamento da mobilidade corporativa, o software coleta dados de usuários e dispositivos, como os seguintes:

    Informações de identidade e autenticação

    • Detalhes de identidade (incluindo nome, endereço de e-mail, telefone comercial, etc.)
    • Credenciais de login e dados de autenticação de segurança (incluindo certificados, informações de domínio, datas e horários de login e logout, nomes de usuários, IDs de inscrição, etc.)

    Informações de emprego

    • Empregador, cargo, endereço do emprego, número do empregador
    • Informações mantidas no Diretório ativo do cliente

    Informações sobre dispositivo

    • Tipo de dispositivo, nome, marca, modelo, fabricante e identificadores de dispositivo, como identificador universalmente exclusivo ("UUID"), Identificação Internacional de Equipamento Móvel ("IMEI"), identificação de equipamento móvel ("MEID"), número de série, número da Identidade Internacional de Assinante Móvel ("IMSI"), endereço de protocolo de Internet ("IP") e endereço de Media Access Control ("MAC")
    • Última informação vista (ou seja, quando o dispositivo foi ligado pela última vez ao console), os dados de log
    • Informações sobre o sistema operacional do dispositivo (incluindo a compilação do sistema operacional, a versão, as versões de firmware/kernel, etc.)
    • Capacidade e disponibilidade da bateria, capacidade e disponibilidade de memória, capacidade e disponibilidade de armazenamento
    • Perfis instalados no dispositivo, incluindo dados de configuração dos dispositivos dos usuários e status de conformidade relativos aos requisitos definidos pelo cliente nas configurações do console
    • Informações sobre o Gerenciador de arquivos do dispositivo e o Gerenciador de registro (dispositivos Android/Windows)

    O software também pode coletar dados do usuário e do dispositivo em conexão com o seguinte:


    Dados sobre aplicativos gerenciados pelo cliente: "Aplicativos gerenciados pelo cliente" são aplicativos aprovados pelo cliente que são enviados para os dispositivos do usuário pelo cliente ou disponibilizados para fazer download por meio do AirWatch Agent®, do Workspace ONE App Catalog™, do Workspace ONE Intelligent Hub™ ou dos catálogos de aplicativos do cliente. Esses aplicativos móveis podem ser aplicativos públicos ou aplicativos criados internamente. As informações coletadas em conexão com os aplicativos gerenciados pelo cliente podem incluir:

    • Nomes e detalhes de aplicativos gerenciados pelo cliente instalados no dispositivo, como nome do aplicativo, número da versão, tamanho do arquivo, definições de configuração, status do andamento da instalação, códigos de erro de falha de aplicativo, etc.
    • Dados técnicos gerados a partir do uso de aplicativos gerenciados pelo cliente, como atividades de lançamento, dados de clickstream, relatórios de falhas e arquivos de log, que podem conter dados pessoais sobre o usuário.

    Dados sobre Aplicativos pessoais: "Aplicativos pessoais" são os aplicativos que os usuários compram ou fazem download de uma loja de aplicativos pública (por exemplo, a Apple App Store, a Google Play Store) para seus dispositivos. Eles não são automaticamente enviados para os dispositivos do usuário pelo cliente e não são gerenciados por meio do software. Dependendo de como o cliente configurou o software, ele pode coletar detalhes limitados sobre aplicativos pessoais para ajudar o cliente a saber/verificar se seus usuários não fazem download de aplicativos pessoais que podem representar uma ameaça à segurança. O software não recolhe nem tem acesso a quaisquer dados dentro de quaisquer aplicativos pessoais. As informações coletadas sobre aplicativos pessoais podem incluir:

    • Nome, versão, identificador e tamanho total dos aplicativos pessoais instalados no dispositivo

    Acesso do gerenciador de arquivos: Acesso do gerenciador de arquivos é uma funcionalidade que permite acesso somente leitura ao armazenamento interno e externo do dispositivo. Alguns aplicativos móveis (como o Workspace ONE Content™, anteriormente conhecido como Content Locker) podem solicitar acesso ao gerenciador de arquivos de um usuário para que os dados possam ser sincronizados entre o dispositivo do usuário e os sistemas do cliente, para que arquivos possam ser anexados a e-mails que o usuário deseja enviar, etc. Quando ativado, o software pode coletar o conteúdo do armazenamento do dispositivo, incluindo o cartão SD e os arquivos armazenados localmente.


    Informações de Telecomunicação e de Rede: O software pode coletar determinados dados de telecomunicações, como informações de operadora, status de roaming e as redes que estão sendo usadas. Essas informações ajudam o cliente a saber como o dispositivo está conectado, a se comunicar com o dispositivo e a impor quaisquer restrições implementadas pelo cliente no uso do software, como impedir que grandes aplicativos sejam automaticamente enviados para um dispositivo que está em roaming. Dependendo de como o cliente configurou o software, estas informações de telecomunicações e de rede podem incluir o seguinte:

    • Informações da operadora (incluindo versões de configurações da operadora, telefone comercial, intensidade do sinal, status de roaming, código atual do país do assinante móvel e localização do país, código de rede do assinante móvel e informações da rede do chip da operadora, etc.)
    • Informações sobre a tecnologia celular do dispositivo (como o sistema global para comunicações móveis ("GSM") e o acesso múltiplo por divisão de códigos ("CDMA")
    • Endereços SSID, protocolo de internet ("IP") e controle de acesso ao meio ("MAC") para a rede Wi-Fi que está sendo usado
    • Quantidade de dados usados pelas conexões de rede, uso de dados celulares e informações agregadas sobre o consumo de largura de banda Wi-Fi (excluindo conteúdo)

    Dados de comunicação: O cliente pode configurar o software para coletar informações de uso, como o número de chamadas e mensagens de texto enviadas ou recebidas. Essas informações podem ajudar o cliente a gerenciar os limites de SMS no plano celular do cliente. O software não recolhe nem tem acesso aos conteúdos de mensagens de texto, chamadas telefônicas ou contas de e-mails pessoais. Dependendo de como o cliente configurou o software, estas informações de comunicações podem incluir o seguinte:

    • A quantidade de dados utilizados, o número de SMS enviados ou recebidos, as estatísticas de utilização de chamadas telefônicas (número de chamadas enviadas ou recebidas, duração das chamadas), discriminadas numa base de telefone comercial do dispositivo inscrito
    • Nome do remetente, nome do destinatário, data, hora

    Dados de geolocalização: Dependendo de como o cliente configurou o software, ele pode coletar dados de geolocalização. Por padrão, o software não coleta dados de geolocalização. O software permite que o cliente colete dados de geolocalização, pois pode permitir que um cliente localize dispositivos perdidos ou distribua funcionalidade e conteúdo com base em determinados locais geograficamente cercados. Dependendo do sistema operacional e da plataforma do dispositivo, o usuário pode receber um aviso do sistema operacional solicitando o consentimento dele para coletar dados de geolocalização. O usuário pode alterar sua seleção entrando nas configurações do dispositivo e revogando a permissão de geolocalização.


    Dados via acesso remoto: O cliente pode usar o software para estabelecer o acesso ao controle remoto, o que permite que os administradores de TI do cliente ajudem na solução de problemas do dispositivo de um usuário ao tomar o controle do dispositivo remotamente. Um aplicativo de controle remoto deve ser instalado no dispositivo e, dependendo da plataforma e da configuração, o controle remoto pode precisar ser aprovado pelo usuário no momento em que o controle remoto for tomado Essa funcionalidade permite que o cliente acesse ou controle remotamente o dispositivo, incluindo o uso de bloqueios remotos, captura de tela, reinicializações remotas do dispositivo ou reinicialização remota (para o dispositivo ou aplicativos).

  • Dados adicionais para a funcionalidade do aplicativo móvel especializado da VMware
    A VMware fornece vários aplicativos móveis em conexão com o software ("VMware Mobile Apps"). Alguns destes aplicativos móveis da VMware coletam ou compartilham dados adicionais, a fim de dar suporte à sua funcionalidade especializada. Por exemplo, os aplicativos móveis da VMware que fornecem VPN ou funcionalidade de navegação na Internet (como Boxer e Web) coletam os URLs visitados por meio desses aplicativos móveis da VMware. Os dados coletados e compartilhados variarão dependendo da funcionalidade fornecida pelo aplicativo móvel, conforme detalhado na documentação do produto. Abaixo estão alguns exemplos destes dados adicionais que podem ser coletados por aplicativos móveis específicos da VMware.
    • Workspace ONE Boxer™: O Workspace ONE Boxer fornece acesso a e-mail corporativo, calendário e contatos. O Boxer não hospeda o conteúdo do e-mail ou calendário; em vez disso, ele fornece comunicação direta entre o sistema backend de e-mail do cliente e o dispositivo do usuário. Para operar, o Boxer coleta determinadas informações de cabeçalho de e-mail (como remetente/nome do destinatário, data, hora, linha de assunto, etc.) Se for configurado para fazer isso, o Boxer tem acesso aos calendários de dispositivo do usuário para sobrepor o calendário corporativo do usuário e o acesso a contatos do dispositivo do usuário para exibi-los no Boxer, bem como para escrever contatos corporativos para o aplicativo de contatos do dispositivo para fins de identificação de chamada. O usuário pode habilitar/desabilitar essa funcionalidade por meio das configurações do sistema operacional.

    • Workspace ONE Web™: O Workspace ONE Web oferece aos usuários um acesso VPN seguro à internet e às páginas da internet. Ele também pode fornecer recursos de logon único, permitindo que os usuários acessem os sites e aplicativos da web designados pelo cliente sem a necessidade de inserir credenciais. A web permite a comunicação direta entre a web no dispositivo do usuário e os sistemas backend do cliente. Para operar, a web coleta algumas informações adicionais, como as informações do navegador e o histórico de navegação no dispositivo do usuário. A web registra os URLs de websites e páginas visualizadas usando a web, mas os desenvolvedores da web não dão acesso à VMware para o conteúdo visualizado usando a web. (Para maior clareza, o software pode ter acesso a esse conteúdo na medida em que o cliente mantém o conteúdo em serviços hospedados da VMware.)

    • Workspace ONE Content™: O Workspace ONE Content permite que o conteúdo do cliente seja carregado, armazenado, editado, compartilhado e acessado a partir do dispositivo de um usuário. O conteúdo é armazenado em um contêiner corporativo no dispositivo do usuário ou em um repositório gerenciado do lado do servidor, que o cliente pode hospedar usando o software (seja no local ou no serviço hospedado, dependendo da implantação do cliente) ou que o cliente pode manter em serviços terceirizados. O aplicativo móvel de conteúdo permite ao usuários acessar, distribuir e fazer colaborações no conteúdo a partir de seu dispositivo. O cliente pode configurar o conteúdo para permitir ou limitar o acesso a determinado conteúdo. Se o conteúdo for usado, o software terá acesso a dados como a data e as horas em que os arquivos são acessados e compartilhados, o tamanho do arquivo, os nomes de arquivo, um histórico de ações do usuário dentro do conteúdo e detalhes sobre com quem o usuário interage por meio do conteúdo. O conteúdo tem um recurso de delimitação geográfica que permite que os administradores de TI do cliente coloquem restrições de delimitação geográfica no acesso ao conteúdo armazenado no conteúdo. O recurso de delimitação geográfica não transmite os dados de geolocalização do usuário para o console; em vez disso, o aplicativo móvel de conteúdo usa os dados de geolocalização localmente no dispositivo para executar a delimitação geográfica.

    • Workspace ONE People™: O aplicativo Workspace ONE People fornece aos usuários acesso a informações organizacionais e do usuário mantidas pelo cliente, como organogramas, locais de escritório, hierarquias de gerenciamento, fotos de diretório de funcionários e informações de contato. O nível de detalhes do perfil é configurável pelo cliente.

    • Suplementos OEM para o aplicativo agente: Para determinados clientes, a VMware opera aplicativos móveis personalizados OEM (fabricante de equipamentos originais referente ao fabricante de hardware ou plataforma) que acompanham o aplicativo móvel padrão AirWatch Agent ou o Workspace ONE Intelligent Hub, usado para gerenciamento de dispositivos móveis. Esses aplicativos móveis OEM podem oferecer funcionalidade adicional e coletar pontos de dados adicionais com base nas especificações do cliente e/ou do dispositivo. Por exemplo, isso pode incluir informações sobre códigos de operadora, integridade da bateria e outros dados relacionados ao dispositivo do cliente ou a especificações de produtos.
  • Software Development Kit (SDK): O Workspace ONE Software Development Kit ("Workspace ONE SDK") é uma biblioteca de códigos que os desenvolvedores de aplicativos móveis podem usar para criar recursos de segurança, de configurações e de gerenciamento em seus próprios aplicativos móveis que não são da VMware. Os aplicativos que usam o Workspace ONE SDK coletam e transmitem determinados dados de volta para a VMware, como informações de identidade e autenticação e informações do dispositivo, conforme descrito acima, bem como dados de relatório de falhas e técnicas de análise de dados, conforme descrito abaixo. Quando um aplicativo usa o Workspace ONE SDK para fornecer a funcionalidade de encapsulamento, o aplicativo também transmite aos sistemas da VMware os URLs dos sites acessados usando essa funcionalidade de encapsulamento. Os desenvolvedores de aplicativos de terceiros que usam o Workspace ONE SDK também podem configurá-lo para coletar outros pontos de dados personalizados à medida que determinam a seu critério. Esta divulgação de privacidade descreve somente a coleta de dados de usuário do Workspace ONE SDK da VMware; ela não aborda as práticas de desenvolvedores terceirizados que podem incorporar o Workspace ONE SDK em seus aplicativos móveis que não são da VMware.

  • Relatório de falhas: O software pode coletar relatórios de falhas, incluindo os aplicativos móveis da VMware ("Crash Reports"). Um administrador de TI do cliente pode desabilitar a coleta dos relatórios de falhas por meio das configurações do console: Os relatórios de falhas podem conter dados do usuário, como endereço IP/MAC, informações do dispositivo (incluindo identificadores exclusivos, tipo de dispositivo, operadora, sistema operacional, modelo, sistema, etc.) e informações de geolocalização. Os relatórios de falha são fornecidos ao cliente por meio do software que permitem que ele solucione problemas relacionados a questões do usuário. A VMware também pode usar os relatórios de falhas para aprimorar nossos produtos e serviços, solucionar problemas e fornecer suporte aos nossos clientes.

  • Técnicas de análise de dados: A VMware coleta determinados dados de configurações, desempenho, uso e outras técnicas de análise de dados de nossos clientes e usuários do cliente para uma variedade de finalidades, incluindo para melhorar nossos produtos e serviços, corrigir problemas, nos ajudar a entender melhor como nossos clientes usam nossos produtos e serviços e aconselhar nossos clientes sobre a melhor maneira de implantar e usar nossos produtos e serviços. Há vários programas de coleta de dados diferentes nos quais um cliente/usuário pode participar ao usar os produtos e serviços da marca Workspace ONE. Para mais informações sobre esses programas, consulte a página Garantia e Confiança do Workspace ONE.

  • Dados operacionais: A VMware pode monitorar e coletar dados de configuração, desempenho, uso e consumo relacionados ao uso do software pelo cliente e seus usuários para facilitar a entrega do serviço (coletivamente, "dados operacionais") conforme descrito na Divulgação de privacidade da VMware.
PARTE V: LIMPEZA DE DISPOSITIVO

O software permite dois tipos diferentes de limpeza de dispositivo:

  • Eliminação de dados profissionais – Uma eliminação de dados profissionais exclui todos os aplicativos gerenciados pelo cliente e quaisquer informações armazenadas nos aplicativos gerenciados pelo cliente. A eliminação de dados profissionais não removerá aplicativos pessoais ou fotos, vídeos, mensagens de texto ou e-mails pessoais armazenados em aplicativos pessoais.

  • Limpar dispositivo completamente – Ao escolher limpar dispositivo completamente as configurações de fábrica são restauradas por completo. As limpezas completas de dispositivo removerão todos os dados e aplicativos do dispositivo.

O administrador de TI do cliente pode selecionar qual recurso de limpeza de dispositivo está habilitado e pode executar essas limpezas do console, seja manualmente ou por meio de uma ação de conformidade automatizada. A capacidade de executar a opção limpar dispositivo completamente não pode ser ativada para um dispositivo específico após a inscrição, ou seja, se a configuração estiver desativada quando o usuário registrar o dispositivo, o cliente não poderá executar a opção limpar dispositivo completamente no dispositivo de um usuário, mesmo que o cliente habilite a configuração limpar dispositivo completamente no console. Dependendo da configuração do cliente, os usuários poderão optar por executar uma eliminação de dados profissionais em seus dispositivos a partir do portal de autoatendimento.

PARTE VI: TRANSPARÊNCIA DE USUÁRIO

Como parte do processo de inscrição do dispositivo, o software envia uma caixa de diálogo de privacidade para o dispositivo móvel do usuário, que permite a ele revisar um resumo das configurações habilitadas para o software em seu dispositivo. Em alguns casos, o usuário também pode ter a capacidade de controlar a ativação de determinados recursos do software, por meio do portal de autoatendimento e/ou suas configurações de dispositivo. A maioria dos aplicativos móveis da VMware disponibilizados pela VMware tem uma caixa de diálogo de privacidade que inclui (i) uma visão geral dos dados coletados pelo aplicativo móvel, (ii) as permissões que o aplicativo móvel solicitará e (iii) uma opção para enviar técnicas de análise de dados para a VMware (a menos que o cliente tenha desativado o envio de técnicas de análise de dados para todos os usuários). O software também fornece a funcionalidade que os clientes podem usar por meio do console para fornecer aos usuários um link para seu aviso de privacidade por meio do diálogo de privacidade.

As partes do software que permitem que os dispositivos sejam monitorados pelo console são executados no plano de fundo dos dispositivos e podem não fornecer aviso adicional quando essas funções estiverem ocorrendo em tempo real.

PARTE VII: SOLICITAÇÃO DE ACESSO AO ASSUNTO DOS DADOS

A VMware não tem nenhuma relação direta com os usuários cujos dados ele processa em conexão com o fornecimento do software e quaisquer serviços relacionados. Um usuário que buscar acesso ou que buscar corrigir, alterar ou excluir dados incorretos deve direcionar sua consulta ao cliente. Se o cliente solicitar à VMware que modifique ou remova os dados, responderemos ao pedido do cliente de acordo com o nosso acordo com o cliente aplicável ou de outra forma exigida pela lei aplicável.

PARTE VIII: COMO ENTRAR EM CONTATO CONOSCO

Caso tenha qualquer dúvida ou preocupação em relação a esta Divulgação de Privacidade, entre em contato conosco pelo e-mail privacy@vmware.com ou pelo correio: Office of the General Counsel of VMware, Inc., 3401 Hillview Ave, Palo Alto, California, 94304, USA.