Siga estas práticas recomendadas pelos nossos clientes para migrar para o seu ambiente de aplicativos e desktops virtuais Horizon 6.

O Horizon 6 estende o poder da virtualização do data center aos dispositivos

O Horizon 6 estende o poder da virtualização do data center aos dispositivos

O Horizon 6 fornece aplicativos publicados e desktops virtuais em uma plataforma única e integrada. (1min24s)

Avaliar a solução

  • Compreenda as expectativas do usuário final. Colete dados de desempenho de linha de base para o ambiente do usuário final. Identifique o conjunto de critérios que é importante para seus usuários finais. Horários de inicialização do aplicativo, horários de login e acessibilidade são parâmetros de referência de desempenho importantes a considerar. Avalie qual destas soluções funcionará melhor para você: uma solução no local, como o Horizon (com View), um serviço de desktops hospedados em nuvem, como o VMware Horizon Air Desktops (somente nos EUA), ou o VMware Horizon DaaS Platform for Service Providers (em todo o mundo).
  • Compreenda seu ambiente atual. Essa avaliação é realizada em vários componentes da infraestrutura tecnológica e do conjunto de habilidades internas da TI, para determinar o preparo para projetos. Depois que a avaliação for concluída, você terá mais elementos para definir um protótipo operacional, detectar riscos e identificar lacunas em habilidades e em tecnologia.
Gerenciamento de desktops com o Horizon View

Gerenciamento de desktops com o Horizon View

Realizar um piloto

Considere os requisitos e as expectativas da tecnologia, assim como do negócio e dos usuários finais. Ajustes e testes no ambiente são essenciais ao simular o comportamento de desktops de usuários finais no mundo real.

  • Faça o ajuste fino do protótipo. Durante a fase do piloto, monitore o desempenho do ambiente, ouça comentários dos usuários do piloto e ajuste os elementos da arquitetura conforme necessário para fornecer o desempenho desejado.
  • Defina métricas. Identifique as métricas que a solução afetará, desde CapEx e OpEx até medições de produtividade do usuário final. Comece o acompanhamento assim que passar do piloto para a produção. Isso define uma estrutura para informar o valor da solução.

Avaliação

Estas são três maneiras de começar a usar. Escolha o método que melhor se adapta às suas necessidades e aos seus recursos.

Implante na produção

Continue a monitorar e ajustar o ambiente de acordo com o dimensionamento. Instrua os usuários sobre a mudança e utilize os usuários finais do piloto como promotores e especialistas na organização.

  • Operacionalize a nova arquitetura. Uma vez implantado, esse novo projeto deve ser rapidamente passado às equipes operacionais para suporte, monitoramento e ajuste, de modo a oferecer um desempenho otimizado. Revise os processos de TI para o modelo de desktop virtual, para manter eficiências durante todo o processo de produção.
  • Divulgue o valor. Colete as métricas identificadas anteriormente e compartilhe-as dentro da organização para demonstrar o valor. Use o valor divulgado para justificar os investimentos em inovações futuras.
  • VDI simples e econômica Coloque desktops virtuais de alto desempenho em operação sem demora. O EVO:RAIL com Horizon torna isso possível com infraestrutura hiperconvergente.