O que é o vSphere Replication e como ele ajuda na DR em máquinas virtuais?

 

O VMware vSphere Replication é uma solução de replicação assíncrona com base em hypervisor para máquinas virtuais do vSphere. Ele é totalmente integrado ao VMware vCenter Server e ao vSphere Web Client. O vSphere Replication fornece replicação flexível, confiável e econômica para proteção de dados e DR para todas as máquinas virtuais em seu ambiente.

Casos de uso

  • Proteção de dados local, em um único site
  • Recuperação e prevenção de desastres entre dois sites
  • Recuperação e prevenção de desastres para uma nuvem de provedor de serviços
  • Migração de data center

vSphere Replication no Trabalho

vSphere Replication no Trabalho

Construa configurações flexíveis

O vSphere Replication fornece opções de recuperação flexível, assegura dados consistentes de aplicativos e máquinas virtuais e se integra à pilha de produtos VMware. O vSphere Replications permite:

  • Personalizar o objetivo de ponto de recuperação (RPO, pela sigla em inglês) de 5 minutos a 24 horas
  • Usar a recuperação de vários pontos no tempo (MPIT, pela sigla em inglês) para retornar a estados conhecidos anteriores
  • Proteger até 2000 máquinas virtuais por ambiente vCenter Server
  • Usar o Microsoft Volume Shadow Copy Service (VSS)
  • Usar a desativação de sistemas de arquivos Linux
  • Automatizar a DR entre locais com o VMware Site Recovery Manager
  • Proteger e recuperar máquinas virtuais no VMware vSAN
  • Proteger e recuperar máquinas virtuais em datastores vSphere Virtual Volumes

Elimine o bloqueio de armazenamento

O vSphere Replication é uma solução de replicação baseada em hypervisor que opera individualmente no nível de disco de máquina virtual (VMDK, pela sigla em inglês), o que permite a replicação de máquinas virtuais individuais entre os tipos de armazenamento heterogêneos compatíveis com o vSphere. Como o vSphere Replication é independente do armazenamento subjacente, ele trabalha com diferentes tipos de armazenamento, incluindo VMware vSAN, vSphere Virtual Volumes, SAN tradicional, armazenamento conectado à rede (NAS, pela sigla em inglês) e armazenamento diretamente conectado (DAS, pela sigla em inglês). Isso permite:

  • Usar diferentes tecnologias de armazenamento em sites associados, como arranjos SAN a vSAN e Fibre Channel (FC) a Internet Small Computer System Interface (iSCSI)
  • Reutilizar armazenamento antigo no site de recuperação para reduzir os custos
  • Usar armazenamento secundário somente para máquinas virtuais protegidas, e não para o ambiente completo

Reduzir a largura de banda da rede

O vSphere Replication copia apenas os dados modificados para o site de recuperação, reduzindo, assim, a utilização de largura de banda, melhorando a eficiência da rede e permitindo RPOs mais agressivos do que com uma cópia manual do sistema completo. Com o vSphere Replication, você pode:

  • Utilizar uma "cópia seed" dos dados da máquina virtual na sincronização inicial de modo a reduzir o tempo necessário para criar a cópia inicial
  • Assegurar a utilização eficiente da rede ao rastrear as áreas do disco modificadas e replicar apenas essas alterações
  • Opcionalmente, habilitar a compressão de dados para reduzir mais ainda o consumo de largura de banda da rede

Detalhes técnicos 

Replicação de máquinas virtuais baseada em hypervisor

O vSphere Replication é um componente altamente integrado do VMware vSphere. Ele é um mecanismo robusto de replicação de máquinas virtuais baseado em hypervisor. Os dados modificados nos discos de uma máquina virtual em execução no site principal são enviados para um site secundário. Lá as modificações são aplicadas aos discos da cópia off-line (réplica) da máquina virtual.

 

Gerenciamento da replicação

O vSphere Replication inclui um agente incorporado ao vSphere e um ou mais appliances virtuais implantados por meio do vSphere Web Client. O agente rastreia e envia os dados modificados de uma máquina virtual em execução para um appliance do vSphere Replication no site remoto; o appliance adiciona os dados replicados à cópia replicada off-line dessa máquina virtual. O appliance virtual do vSphere Replication também gerencia e monitora o processo de replicação. Isso dá aos administradores a visibilidade do status de proteção da máquina virtual e a habilidade de recuperar máquinas virtuais com uns poucos cliques.

 

Configuração da replicação

É fácil configurar a replicação de até 2000 máquinas virtuais usando o vSphere Web Client: selecione uma ou mais máquinas virtuais, clique com o botão direito em uma delas e defina o RPO e o destino da réplica. O vSphere Replication replicará os dados para atender ao RPO a cada momento, assegurando que o conteúdo da máquina virtual nunca ultrapasse a política de replicação definida anteriormente. Os RPOs variam de 5 minutos a 24 horas e ser configurados de maneira independente para cada máquina virtual.

 

Sincronização de máquinas virtuais e de cópias seed

O vSphere Replication pode fazer uma sincronização inicial completa da máquina virtual de origem e sua cópia replicada. Se desejado, é possível colocar uma cópia seed dos dados no destino para minimizar o tempo e a largura de banda necessários para a primeira replicação. Uma cópia seed de uma máquina virtual consiste em um arquivo de disco de máquina virtual que pode ser posicionado no local de destino. Uma cópia seed é manualmente criada e colocada no local de recuperação por meio de qualquer mecanismo que o administrador selecionar, como cópia off-line, FTP, imagem ISO ou clone de máquina virtual.

 

Transferências inteligentes

Após concluir a sincronização completa inicial, o vSphere Replication fará a transferência apenas dos dados modificados. O kernel do vSphere rastreia as gravações únicas nas máquinas virtuais protegidas para identificar e replicar apenas os blocos alterados entre os ciclos de replicação. Isso minimiza o tráfego de rede e permite utilizar RPOs agressivos.

 

Replicação não intrusiva

O processo de replicação de máquina virtual é não intrusivo e independente do sistema operacional ou dos aplicativos na máquina virtual. Ele é transparente para as máquinas virtuais protegidas e não requer alterações na configuração ou no gerenciamento contínuo.

Configurar a replicação

Configurar a replicação

Configurações de recuperação

Configurações de recuperação

Perguntas frequentes

Encontre respostas para algumas das perguntas mais frequentes sobre o vSphere Replication.

Como funciona o vSphere Replication?

O vSphere Replication protege os dados e possibilita a DR para todas as suas máquinas virtuais por meio de replicação flexível e confiável. Ele se integra completamente ao vCenter Server e o vSphere Web Client para fornecer replicação assíncrona baseada em host das máquinas virtuais. É um recurso da plataforma vSphere integrado de modo nativo ao Site Recovery Manager.

O vSphere Replication é configurado por VM, permitindo um controle detalhado sobre quais VMs serão replicadas. Essa replicação pode ocorrer de um site principal para um site secundário, entre dois clusters em um único site e de vários sites de origem para um único site de destino, independentemente do array de armazenamento subjacente. 

Para obter mais detalhes sobre arquitetura, implantação, configuração e gerenciamento do vSphere Replication, consulte a Visão geral técnica do vSphere Replication

Quais recursos do vSphere funcionam com o vSphere Replication?

O vSphere Replication é um componente altamente integrado do vSphere e é compatível com muitos recursos de gerenciamento do vSphere, incluindo: 

  • vSphere vMotion
  • vSphere Storage vMotion
  • vSphere DRS, vSphere Storage DRS 
  • vSAN Datastore
  • vSphere Distributed Power Management
  • vSphere Flash Read Cache
     

Outros recursos do vSphere, como o vSphere Distributed Power Management, requerem uma configuração especial para serem usados com o vSphere Replication. Para ver mais detalhes sobre compatibilidade, veja este documento.

O vSphere Replication mantém a hierarquia de snapshots de uma máquina virtual?

Não. O vSphere Replication não replica a hierarquia de snapshots de uma máquina virtual no site de destino. Os snapshots são reduzidos para um arquivo unificado de disco de máquina virtual (VMDK, pela sigla em inglês) no local de destino. Em outras palavras, uma máquina virtual com snapshots pode ser configurada para replicação, mas será recuperada sem snapshots no local de destino. 

Observação: o vSphere Replication inclui recuperação de vários pontos no tempo (MPIT, pela sigla em inglês). A recuperação de MPIT permite que um administrador recupere uma máquina virtual para a última cópia replicada no site de destino e a retorne para um ponto no tempo anterior. Se a recuperação MPIT estiver configurada, ao recuperar a máquina virtual com o vSphere Replication, esses pontos de recuperação aparecerão como snapshots no local de destino. 

Quais são os casos de uso do vSphere Replication?

Os casos de uso primários do vSphere Replication incluem: 

  • Proteção de dados local, em um único site
  • Recuperação e prevenção de desastres entre dois sites
  • Recuperação e prevenção de desastres para uma nuvem de provedor de serviços 
  • Migração de data center

Mais especificamente, o vSphere Replication é útil para replicar uma ou mais máquinas virtuais.

  • Em um cluster vSphere ou entre clusters vSphere no mesmo site para proteção de dados locais, migração de máquinas virtuais e DR
  • Entre clusters vSphere em diferentes sites para proteção de dados entre sites, migração de máquinas virtuais e DR 
  • De um data center no local para um provedor de vCloud Hybrid Service para DR  
  • De um data center para outro para uso com o vCenter Site Recovery Manager

 

Para mais perguntas e respostas, consulte o documento completo de perguntas frequentes do vSphere Replication