Explicação da rede moderna

A estrutura de rede moderna apresenta as principais orientações sobre como imaginar e criar seu ambiente. A segurança de confiança zero está integrada a todos os aspectos.

Os pilares da rede moderna

Princípio 1: experiência superior do usuário com o app, em qualquer lugar e dispositivo

Princípio 2: imposição dos objetivos de conectividade e de serviço

A experiência do usuário é fundamental no mundo de hoje. Os usuários finais esperam a mesma experiência de aplicativo e objetivos de serviço, não importa onde um aplicativo é acessado ou qual dispositivo é usado. A criação de uma rede moderna começa com uma base de identidade comum para usuários e aplicativos que sustenta um modelo de confiança de ponta a ponta.

As organizações precisam de uma estrutura que permita iteração e adaptação ágeis às necessidades em evolução dos clientes e do mercado. Os aplicativos modernos exigem conectividade confiável, detecção dinâmica de serviços e a capacidade de fazer alterações de forma rápida e automática sem interrupção dos negócios. Isso requer a capacidade de definir, medir e garantir os objetivos do serviço de conectividade de aplicativos de forma consistente em toda a sua organização enquanto se adapta às condições em constante mudança. Entre essas funções estão ferramentas que contam com recursos de autorrecuperação de aplicativos e da rede, além de detecção e correção automatizadas.

Princípio 3: uma estrutura de autorrecuperação para qualquer aplicativo, em qualquer lugar

Princípio 4: elasticidade da nuvem em qualquer escala

As considerações sobre a velocidade do aplicativo e o time to market exigem que as organizações criem uma rede moderna que possa fornecer qualquer aplicativo a qualquer usuário, em qualquer lugar, por meio de qualquer infraestrutura ou conexão. A rede precisa ser autossuficiente para oferecer agilidade. Os aplicativos e os dados são fornecidos em ambientes de nuvem pública, privada e híbrida. Em termos práticos, isso significa que a rede moderna precisa ser compatível com qualquer combinação de bare-metal, máquinas virtuais, contêineres, IaaS e infraestrutura sem servidor. As organizações precisam oferecer o dimensionamento e a simplicidade da nuvem pública em ambientes de nuvem privada ou híbrida com a flexibilidade do dimensionamento automático para proteger a experiência do aplicativo e otimizar os custos. As políticas de segurança devem ser dimensionadas de acordo com a capacidade, e as redes devem ser capazes de migrar para outras infraestruturas sem interrupções para manter a continuidade dos negócios. Esses recursos formam a rede como código, uma pilha de rede completa, automatizada e autorrecuperável com gerenciamento consistente de políticas e de nuvem, elasticidade da nuvem e dimensionamento.

Princípio 5: subposição física rápida e simples, independente da infraestrutura heterogênea

A infraestrutura de rede física na rede moderna é genérica. Ela é criada por meio de hardware de uso geral, cuja única finalidade é mover bits com rapidez e eficiência para ajudar na jornada do usuário e na experiência do aplicativo. A infraestrutura física pode ficar em qualquer lugar: no data center, na filial, na nuvem ou na borda em redes de provedores de serviços, Internet das coisas (IoT, pela sigla em inglês) e 5G. Ela precisa ter uma política centrada em software e um modelo de gerenciamento de rede. As organizações devem ser capazes de adicionar ou remover qualquer hardware do ambiente de forma fácil e contínua e melhorar ainda mais a flexibilidade, o desempenho e a segurança com SmartNICs e opções bare-metal.

Saiba o que especialistas do setor estão dizendo

Relatório de negócios da IDC

A IDC examina as implicações da rede moderna para os negócios nesta análise do setor.

Relatório de tecnologia da ESG

A ESG apresenta informações sobre a rede moderna de uma perspectiva tecnológica.

A perspectiva do setor

Brad Casemore, da IDC, compartilha o rumo do mercado nos próximos cinco anos.

Coloque a rede moderna para trabalhar em sua organização

A rede moderna traz a experiência da nuvem pública ao local

A rede moderna coloca os aplicativos e a experiência do usuário final em primeiro lugar, fornecendo uma rede segura sob demanda que cumpre facilmente os objetivos de conectividade e de desempenho em ambientes locais e de nuvem.

Trabalho remoto com o SD-WAN e o SASE

As abordagens de rede legadas não têm dimensionamento e segurança intrínseca em uma malha de negócios global, o que leva à adoção acelerada da SD-WAN e ao surgimento do Secure Access Services Edge (SASE).

Uma rede adaptativa orientada por SLO para disponibilidade e desempenho de aplicativos

A expansão de ferramentas, processos e políticas em ambientes multi-cloud é real. A rede moderna implementa o balanceamento de carga global e os objetivos comuns de desempenho no nível do aplicativo que iniciam ações corretivas quando os objetivos não são alcançados.

Detecção granular, prevenção e correção automática: o caso das redes autorrecuperáveis

Uma rede de autorrecuperação completa requer convergência de dados e inteligência de rede capazes de detectar, analisar, relatar e aplicar correções automaticamente usando fluxos de trabalho de autorrecuperação em toda a jornada do aplicativo do usuário final.

Obtenha disponibilidade e segurança de aplicativos com capacidade para a nuvem

Adoção da nuvem híbrida e o desafio da proteção do tráfego leste-oeste

Os analistas da ESG, Doug Cahill e John Grady, divulgam os resultados de uma pesquisa com tomadores de decisão de TI, analisando as prioridades da nuvem, a adoção da nuvem híbrida e as complexidades em obter políticas consistentes e controle centralizado nas implantações multi-cloud.

Uma abordagem distribuída para obter segurança intrínseca de confiança zero

O firewall interno moderno é baseado em software e projetado para proteger grandes volumes de tráfego leste-oeste sem prejudicar a cobertura de segurança, o desempenho da rede nem a agilidade operacional.

Projeto de rede tolerante a falhas para alta disponibilidade de aplicativos

As empresas estão buscando maior disponibilidade e resiliência em um ambiente de aplicativos sempre disponível. Saiba como o isolamento de falhas integrado converte projetos complexos de resiliência e recuperação de desastres em uma infraestrutura de rede simples de operar e altamente resiliente.

Desenvolvido para eficiência operacional e dimensionamento em toda a pilha

Gerencie sua rede proativamente com objetivo comercial

Gerencie a infraestrutura, as redes, as nuvens e os aplicativos com uma nova abordagem que analisa a rede de forma matemática para permitir o gerenciamento proativo e a solução de problemas.

Rede: está na hora de modernizar!

Saiba mais sobre os princípios e os pilares da rede moderna e como eles ajudam a levar a experiência da nuvem pública à nuvem privada.

Maior visibilidade em todos os ambientes de nuvem

Gerencie o dimensionamento dos dados gerados por máquina com visibilidade intuitiva e inteligência em todas as nuvens, incluindo a depuração de tráfego em tempo real e a funcionalidade de registro em log de segurança do vRealize Log Insight.

Acelere sua rede com SmartNICs

Aproveite a rede de alto desempenho, o firewall distribuído, o IDS/IPS e a capacidade de observação aprimorada transferindo o NSX do hypervisor para DPUs.

Fique por dentro da rede moderna

Inscreva-se para acessar palestras e sessões técnicas, pesquisas do setor, informações de colegas, demonstrações e receber notificações quando adicionarmos outros recursos referentes à rede moderna.