O que é multi-cloud?

Multi-cloud é um modelo de computação em nuvem em que uma organização usa uma combinação de nuvens, que podem ser duas ou mais nuvens públicas, duas ou mais nuvens privadas ou uma combinação de nuvens públicas e privadas.  

CLOUD MANAGEMENT FOR DUMMIES

Criação de resiliência da TI tradicional, moderna e inovadora

Qual é a definição de multi-cloud?

Multi-Cloud é o superconjunto de várias nuvens públicas, híbridas, locais e de borda. Um modelo de implantação multi-cloud depende do uso de mais de um provedor de serviços de nuvem pública para os recursos de processamento ou armazenamento, independentemente do uso de outra nuvem privada ou uma infraestrutura local. Uma implantação multi-cloud que inclui uma nuvem privada ou infraestrutura local é considerada "multi-cloud híbrida".  

 Uma estratégia multi-cloud oferece mais flexibilidade para os serviços de computação em nuvem que uma empresa escolhe usar e reduz a dependência em um único provedor de hospedagem em nuvem. 

Há vários motivos para adotar uma plataforma multi-cloud, como:

  • Serviços específicos do provedor: as organizações podem escolher, entre diferentes provedores de nuvem, aquele que atende melhor aos requisitos de aplicativos e infraestrutura específicos às necessidades de negócios exclusivas.
  • Melhor dimensionamento: uma empresa pode se adaptar rapidamente a vários provedores de nuvem conforme o aumento da demanda.
  • Contêineres e microsserviços: as organizações que utilizam microsserviços para desenvolver aplicativos em contêineres com o Kubernetes podem descobrir que alguns serviços só são disponibilizados por um provedor de nuvem específico. As implantações multi-cloud do Kubernetes estão cada vez mais populares com o lançamento de novos serviços no mercado, hospedados por uma variedade de provedores de nuvem. 
  • Latência reduzida: organizações dispersas podem reduzir a latência escolhendo fornecedores regionais de nuvem pública com base na localização de cada instalação. Isso também facilita a rede multi-cloud, já que todos os principais provedores de nuvem estão conectados uns aos outros com conectividade rápida e de baixa latência.
  • Exigências de governança e regulamentação: algumas organizações podem precisar usar vários provedores de armazenamento em nuvem para cumprir os regulamentos governamentais e as leis de soberania de dados que exigem que certos tipos de dados residam em regiões geográficas específicas.
  • Superfície reduzida e custos mais baixos: a maioria das organizações que utiliza recursos multi-cloud recorre à infraestrutura da nuvem pública, evitando a necessidade de criar e manter seu próprio data center e, na verdade, criando um data center virtual na nuvem sem precisar de hardware físico. Isso economiza dinheiro e espaço físico, pois a empresa não precisa investir nem armazenar seu próprio hardware. Assim, também se economiza tempo, pois o provedor de serviços de nuvem pública gerencia, mantém e atualiza o data center.
  • Poder de barganha: a escolha de vários serviços de computação em nuvem oferece benefícios além de distribuir o risco de falha entre diversos fornecedores. Ao adotar uma estratégia multi-cloud, as empresas podem escolher o provedor que oferece o melhor preço para determinado serviço, o que ajuda a garantir que todos os provedores continuem oferecendo preços competitivos. 

O que é gerenciamento multi-cloud?

O gerenciamento multi-cloud é o conjunto de ferramentas e procedimentos que permite que uma organização monitore, otimize e proteja aplicativos e cargas de trabalho no data center, na borda e em qualquer ambiente de nuvem. A solução de gerenciamento multi-cloud ideal permite que as equipes multifuncionais gerenciem várias nuvens de uma única interface, inclusive provedores de nuvem diferentes (por exemplo, AWS, Azure e GCP), e é compatível com a implantação multi-cloud e as ferramentas de orquestração de contêineres, como Kubernetes.  

Os benefícios de uma plataforma de gerenciamento multi-cloud são:

  • Menor pressão sobre as equipes de TI: ao oferecer gerenciamento simplificado e centralizado, uma solução de gerenciamento multi-cloud permite que as equipes de TI gerenciem aplicativos e cargas de trabalho com mais eficiência em várias nuvens.
  • Visibilidade: sem o gerenciamento multi-cloud, é difícil monitorar as cargas de trabalho e saber o que está sendo executado em um ambiente complexo com vários provedores de nuvem. Uma boa solução de gerenciamento multi-cloud oferece visibilidade de todo o ambiente multi-cloud, permitindo que as empresas aproveitem os benefícios desse modelo.
  • Segurança multi-cloud: é um desafio garantir a consistência das políticas de segurança entre os provedores de nuvem, e a complexidade do modelo multi-cloud pode contribuir para brechas de segurança e uma maior superfície de ataque. Um enfoque gerenciado permite que as equipes de TI resolvam possíveis problemas de segurança de forma proativa, e não reativa. Além disso, as melhores plataformas de gerenciamento multi-cloud contam com recursos como monitoramento e automação de segurança, além da capacidade de aplicar políticas de segurança a todas as plataformas, o que facilita significativamente a garantia da segurança do ambiente.
  • Gerenciamento de custos: muitas empresas adotam uma estratégia multi-cloud para aproveitar os descontos e as economias oferecidos por diferentes provedores de nuvem, mas é fácil perder o controle dos custos com o aumento da complexidade de um ambiente multi-cloud. O gerenciamento multi-cloud ajuda sua empresa a controlar os custos e a utilização, e algumas plataformas até usam a análise inteligente de dados para otimizar o gerenciamento de custos.
  • Maior disponibilidade: a disponibilidade é apenas uma das diversas vantagens que as empresas desejam quando buscam uma estratégia multi-cloud. No entanto, para aproveitar totalmente os benefícios do modelo multi-cloud, as equipes de TI precisam ser capazes de duplicar e migrar continuamente as cargas de trabalho quando há falha em um ambiente. Com o gerenciamento multi-cloud eficaz, tudo isso é possível.

Como você se conecta a um ambiente multi-cloud?

A estratégia multi-cloud está cada vez mais comum, e as organizações típicas utilizam nuvens privadas e mais de duas nuvens públicas. De acordo com nossa pesquisa mais recente, 80% das organizações têm um modelo distribuído para apps de nuvem entre ambientes públicos, privados e de borda e esperam acomodar essa combinação em até três anos. Como 53% de todos os aplicativos devem ser modernizados até 2024, o crescimento do modelo multi-cloud também deve aumentar. 

Muitas organizações usam canais tradicionais de banda larga com seus provedores de nuvem, mas diversas empresas utilizam provedores de virtualização das funções de rede (NFV, pela sigla em inglês) de fornecedores de rede de borda terceirizados, como Megaport e Equinix. Assim, um único canal da organização é usado para aproveitar a interconexão entre os principais provedores de nuvem oferecida por essas empresas. 

Como você gerencia e automatiza os ambientes multi-cloud?

O ideal é que as organizações tenham essa estratégia em mente ao desenhar a arquitetura de nuvem, envolvendo todos os provedores de serviços de nuvem de uma vez e planejando uma plataforma de gerenciamento multi-cloud desde o início. 

Como isso nem sempre é viável, há muitas ferramentas disponíveis para gerenciar ambientes multi-cloud, e o Gartner analisa regularmente as melhores soluções multi-cloud nos relatórios do Quadrante Mágico.

Há muitas estratégias e soluções de gerenciamento multi-cloud, mas as melhores têm vários recursos em comum. Talvez o mais avançado seja a compatibilidade com contêineres, que permite que as cargas de trabalho sejam transferidas continuamente entre vários provedores de nuvem. Portanto, o suporte a contêineres e ao Kubernetes é fundamental para uma plataforma robusta de gerenciamento multi-cloud.

A automação é outro recurso das soluções eficientes de gerenciamento multi-cloud. Ela permite que as equipes de TI não só implantem, monitorem e protejam aplicativos de maneira rápida e confiável, mas também dimensionem as operações sem ficar sobrecarregadas. Dessa forma, a automação ajuda as empresas a gerenciar a complexidade dos ambientes multi-cloud.

Multi-cloud e nuvem híbrida

É fácil confundir a nuvem híbrida com ambientes multi-cloud, mas há duas diferenças importantes.

  • Ao contrário da nuvem híbrida, esses ambientes não exigem o uso de uma nuvem privada. Uma organização pode ser considerada adepta ao modelo multi-cloud se usa mais de uma nuvem pública.  
  • Ao contrário da nuvem híbrida, a estratégia multi-cloud não requer operações unificadas nem coordenadas para funcionar entre os diferentes ambientes de nuvem. Sendo assim, a visibilidade e as operações uniformes entre os ambientes são ideais para obter o valor máximo da sua estratégia multi-cloud.  

Com essas diferenças em mente, é possível (e comum), portanto, ter um ambiente multi-cloud que também seja uma nuvem híbrida, com pelo menos uma nuvem privada, uma nuvem pública e algum nível de interoperabilidade entre os ambientes dessas nuvens. Em outras palavras, a nuvem híbrida é sempre considerada multi-cloud, mas o ambiente multi-cloud nem sempre é uma nuvem híbrida. 

As empresas podem escolher usar uma nuvem híbrida para garantir a consistência das operações entre os ambientes e porque a nuvem privada é mais acessível do que a nuvem pública, mas não pode ser dimensionada com tanta facilidade. Se uma empresa tiver que lidar com picos de demanda, poderá usar uma nuvem privada para executar a maioria das cargas de trabalho, acessando a nuvem pública apenas quando necessário. Em outro caso, se uma empresa oferece serviços que coletam dados de clientes, ela pode hospedar os serviços em uma ou mais nuvens públicas e manter as informações confidenciais seguras em uma nuvem privada. 

Armazenamento multi-cloud

Algumas organizações aproveitam os recursos multi-cloud para gerenciar grandes volumes de dados armazenados que muitos usuários acessam com frequência. Por exemplo, a gigante de streaming de mídia Netflix usa a AWS e o Google Cloud para reduzir sua dependência em um único provedor, aproveitar os serviços de recuperação de desastres e de continuidade de negócios entre os provedores e utilizar os recursos exclusivos de cada nuvem. 

 

Produtos e soluções relacionados

Soluções multi-cloud

Redefina a base da TI para executar qualquer aplicativo em qualquer nuvem.

Soluções de migração de nuvem

Acelere a modernização de aplicativos com as soluções de migração de nuvem da VMware.

O que é gerenciamento de nuvem?

Possibilite a implantação, as operações e a otimização consistentes de seus apps e infraestrutura