O que são redes virtuais?

 

Uma rede virtual permite a comunicação entre vários computadores, máquinas virtuais (VMs, pela sigla em inglês), servidores virtuais ou outros dispositivos em diferentes filiais e data centers. Enquanto a rede física conecta computadores por meio de cabeamento e outro hardware, a rede virtual amplia esses recursos usando o gerenciamento de software para conectar computadores e servidores pela Internet. Ela usa versões virtualizadas das ferramentas de rede tradicionais, como switches e adaptadores de rede, permitindo um roteamento mais eficiente e alterações mais fáceis na configuração da rede.


A rede virtual permite que dispositivos em vários locais funcionem com os mesmos recursos que uma rede física tradicional. Isso permite que os data centers se estendam por diferentes locais físicos e oferece aos administradores de rede opções novas e mais eficientes, como a capacidade de modificar facilmente a rede conforme as necessidades mudam, sem precisar trocar ou comprar mais hardware; maior flexibilidade no aprovisionamento da rede para necessidades e aplicativos específicos; e a capacidade de mover cargas de trabalho pela infraestrutura de rede sem comprometer o serviço, a segurança e a disponibilidade.

 

Como funciona a rede virtual?

Uma rede virtual conecta dispositivos e máquinas virtuais, independentemente de sua localização, por meio de software. Em uma rede física, as funções de camadas 2 e 3 do modelo OSI são executadas em switches e roteadores físicos. Além disso, as NICs físicas e os adaptadores de rede são usados para conectar computadores e servidores à rede. A rede virtual transfere essas e outras atividades para o software. Um aplicativo de software, chamado switch virtual ou vSwitch, controla e direciona a comunicação entre a rede física existente e as partes virtuais da rede, como máquinas virtuais. Um adaptador de rede virtual permite que computadores e VMs se conectem a uma rede, inclusive possibilitando que todas as máquinas em uma rede local se conectem a uma rede maior.


Em uma rede física, as redes locais são criadas para conectar vários dispositivos a recursos compartilhados, como o armazenamento em rede, geralmente por meio de cabos Ethernet ou Wi-Fi. No entanto, a rede virtual cria a possibilidade de redes locais virtuais, em que o agrupamento é configurado por software. Isso significa que os computadores conectados a diferentes switches de rede podem se comportar como se estivessem todos conectados a um único switch e, por outro lado, os computadores que compartilham cabos podem ser mantidos em redes separadas, em vez de conectar máquinas fisicamente usando equipamento e hardware de cabeamento.

 

A rede virtual oferece gerenciamento mais centralizado e gerenciamento de rede simplificado. Partes separadas da rede podem ser acessadas remotamente para atualizações e alterações necessárias, ou até mesmo para testes, tornando o gerenciamento de rede mais barato e fácil.

 

A rede virtual é a base para arquiteturas e aplicativos em nuvem, pois permite acessar, conectar, proteger e modificar recursos em nuvem.

 

Vantagens da rede virtual

A rede virtual oferece vários benefícios para os negócios, desde a redução das despesas de capital e dos custos de manutenção até a segmentação fácil das redes. Especificamente, uma rede virtual:

  • Simplifica o volume de hardware da rede (cabeamento, switches, etc.) por meio da transferência de muitas funções para o software
  • Reduz o custo e a complexidade do gerenciamento do hardware e do software da rede por meio de controle centralizado
  • Oferece opções mais flexíveis para estrutura e configuração do roteamento da rede, incluindo opções mais fáceis para segmentar e subdividir a rede
  • Melhora o controle sobre o tráfego de rede com opções mais detalhadas, como configurar firewalls no nível da NIC virtual
  • Aumenta a produtividade de TI por meio da ativação remota e automatizada de serviços e dos testes de desempenho
  • Aumenta o dimensionamento e a flexibilidade dos negócios, permitindo upgrades virtuais, configuração automatizada e alterações modulares nos appliances e aplicativos de rede

 

Exemplos de rede virtual

Um exemplo de rede virtual é uma rede privada virtual (VPN, pela sigla em inglês), que cria uma conexão segura entre uma rede e outra pela Internet. As VPNs permitem que os funcionários se conectem às redes comerciais quando trabalham remotamente ou em casa. Elas também são comumente usadas para contornar a censura na Internet e impedir que o histórico do navegador fique visível nas redes Wi-Fi públicas.


Outro exemplo de rede virtual é uma rede local virtual (VLAN, pela sigla em inglês). Uma VLAN é o subgrupo de uma rede que combina vários dispositivos de rede em um único agrupamento ou domínio e os separa do restante. As VLANs melhoram a velocidade e o desempenho da rede, roteando com mais eficiência o tráfego nesses subgrupos ou domínios. As VLANs também oferecem muito mais controle sobre os dispositivos e o tráfego de rede. O isolamento de certos dados em uma VLAN separada fornece benefícios adicionais de segurança, especialmente para redes grandes, pois isso dificulta o monitoramento ou a interferência não autorizados na rede. As VLANs também eliminam a necessidade de adicionar novos cabos ou fazer grandes alterações na infraestrutura de rede. 


Uma rede local extensível virtual (VXLAN, pela sigla em inglês) é outro exemplo de rede virtual. Além de simplesmente dividir uma rede em subgrupos, as VXLANs podem virtualizar uma rede inteira, fornecendo recursos de rede e segmentação em larga escala. As VXLANs aumentam muito a capacidade e o dimensionamento das redes virtuais. Isso é especialmente importante sem as complexas arquiteturas de nuvem atuais.

Soluções, produtos e recursos relacionados à rede virtual da VMware

VMware NSX: software de virtualização de redes e segurança

O VMware NSX® Data Center fornece rede virtualizada e segurança totalmente em software, permitindo que o Virtual Cloud Network se conecte e ofereça proteção a todos os data centers, nuvens e aplicativos.

vRealize Network Insight

O VMware vRealize Network Insight ajuda os clientes a criar uma infraestrutura de rede otimizada, altamente disponível e segura em todos os ambientes multi-cloud.

O que é Virtual Cloud Network?

A rede do futuro é definida por software. O Virtual Cloud Network, desenvolvido com base na tecnologia VMware NSX, é uma camada de software onipresente, do data center à nuvem e à infraestrutura de borda.

Rede da infraestrutura de desktop virtual

O VMware NSX for Horizon traz velocidade e simplicidade à rede da infraestrutura de desktop virtual (VDI, pela sigla em inglês), com políticas que acompanham dinamicamente os desktops virtuais.

Como o vSphere Distributed Switch ajuda a rede da máquina virtual?

O VMware vSphere Distributed Switch (VDS, pela sigla em inglês) oferece uma interface centralizada na qual você pode configurar, monitorar e administrar o switching de acesso à máquina virtual em todo o data center.

Simplifique a rede remota da filial corporativa

O VMware SD-WAN by VeloCloud permite que a filial tenha acesso de alto desempenho e confiável aos serviços de computação em nuvem, aos data centers privados e aos aplicativos corporativos com base em SaaS.